Questões

Total de Questões Encontradas: 114

Sobre o uso de Tabelas de Alocação de Arquivos (FAT) na implementação de sistemas de arquivos, considere as afirmativas a seguir.

I - O diretório precisa armazenar apenas a posição do primeiro bloco de um arquivo para acessar os demais.
II - A memória principal é usada de modo efi ciente, pois apenas as tabelas relativas aos arquivos que estão sendo manipulados são mantidas em memória.
III - O acesso direto aos blocos dos arquivos é bastante efi ciente, pois são empregados algoritmos de randomização para tal.

É correto o que se afirma em
A
I, apenas.
B
II, apenas.
C
I e II, apenas.
D
II e III, apenas.
E
I, II e III.
Texto Associado Texto Associado
A respeito da compressão e da criptografia de arquivos no sistema operacional Windows XP, julgue os itens que se seguem.
Copiar ou mover um arquivo ou pasta criptografados de um volume NTFS a outro fará que o estado de criptografia do destino seja herdado. Por exemplo, a cópia de uma pasta não criptografada para uma pasta criptografada fará que esta fique, ao final da cópia, criptografada.
C
Certo
E
Errado
Texto Associado Texto Associado
A respeito da compressão e da criptografia de arquivos no sistema operacional Windows XP, julgue os itens que se seguem.
Qualquer arquivo criptografado copiado ou movido a uma pasta comprimida continua criptografado mas não fica comprimido automaticamente.
C
Certo
E
Errado
Texto Associado Texto Associado
A respeito da compressão e da criptografia de arquivos no sistema operacional Windows XP, julgue os itens que se seguem.
Não é possível a movimentação ou cópia de um arquivo do sistema de arquivos NTFS para o sistema de arquivos FAT (12, 16 ou 32).
C
Certo
E
Errado
Texto Associado Texto Associado
A respeito da compressão e da criptografia de arquivos no sistema operacional Windows XP, julgue os itens que se seguem.
O Windows XP suporta atributo de compressão somente em sistemas de arquivos NTFS. Assim, se um arquivo comprimido é movido ou copiado para uma unidade flexível, por exemplo, ele é descomprimido antes de sua movimentação ou cópia ser realizada.
C
Certo
E
Errado
Texto Associado Texto Associado
A respeito da compressão e da criptografia de arquivos no sistema operacional Windows XP, julgue os itens que se seguem.
Mover um arquivo ou pasta de um volume NTFS para outro faz que o estado de compressão final seja o definido no destino.
C
Certo
E
Errado
No Linux as funções do kernel (agendamento de processos, gerenciamento de memória, operações de entrada e saída e acesso ao sistema de arquivos) são executadas no espaço do kernel. Isso significa que ele é um
A
multitarefa, monousuário.
B
kernel monolítico.
C
monotarefa, multiusuário.
D
kernel múltiplo.
E
monotarefa, monousuário. 
CIFS e NFS
A
referem-se, respectivamente, às implementações para Unix e Windows de um mesmo protocolo que oferece a funcionalidade de sistema de arquivos distribuído.
B
são diferentes implementações de um mesmo protocolo que oferecem a funcionalidade de sistema de arquivos distribuído.
C
são, respectivamente, cliente e servidor de um mesmo protocolo que implementa a funcionalidade de sistema de arquivos distribuído.
D
são diferentes protocolos que implementam a funcionalidade de sistema de arquivos distribuído.
E
referem-se, respectivamente, às implementações para Windows e Unix de um mesmo protocolo que oferece a funcionalidade de sistema de arquivo distribuído. 
Filesystem Hierarchy Standard (FHS) é a padronização da organização do sistema de arquivos do sistemas Linux à qual aderem as principais distribuições. De acordo com a FHS, arquivos executáveis que precisam estar disponíveis em single user mode, arquivos cujo conteúdo varia ao longo da operação do sistema e arquivos de configuração do sistema devem localizar-se, respectivamente, em
A
/boot, /tmp e /usr/share.
B
/usr/bin, /tmp e /usr/local.
C
/bin, /opt e /usr/local.
D
/boot, /usr e /etc.
E
/bin, /var e /etc.
O EXT3 é um dos sistemas de arquivos mais utilizados no Linux. Este sistema de arquivos
A
possui apenas dois modos de operação (ordered e writeback), que utilizam endereços de 32 bits e blocos de até 16 KB.
B
usa o recurso de journaling, que mantém uma lista das alterações realizadas, permitindo que o sistema de arquivos seja reparado de forma muito rápida após, por exemplo, um desligamento incorreto.
C
reconhece partições de até 2 GB, suporta nomes de arquivos com até 255 caracteres e cada setor possui tamanho fixo de 512 bytes.
D
usa endereços de 48 bits, o que possibilita endereçar um volume ilimitado de blocos, permitindo criar partições de até 1024 petabytes.
E
não inclui nenhum sistema de tolerância a falhas, por isso, sempre que o sistema é desligado incorretamente, é necessário utilizar o fsck, para verificar todos os blocos do sistema de arquivos, procurando por erros no disco.
Página 11 de 12